10 de setembro de 2007

JMA Advocacia – Consultoria – Assessoria Jurídica e Empresarial – Direito Previdenciário e das Minorias.

José Maria Alves – Advogado

OBS: Atualização realizada as 08hs e 32 min do dia 1º.09.2007.

E D I T O R I A L

Acreditar? Quem há de....
Amanheci esta terça-feira, dia 28/08/2007, com uma indagação que insistia em não me abandonar em momento algum: quem há de acreditar?
Quem há de acreditar mais nos nossos políticos?
Quem há de acreditar mais nas nossas lideranças, se é que ainda existem?
Quem há de acreditar na melhoria de vida para as pessoas, especialmente para aquelas mais necessitadas e com poucas perspectivas de um futuro melhor?
Quem há de acreditar em nomes para votar nas próximas eleições, se para onde a gente vira o rosto, somente conseguimos observar corrupção, desvio de verbas públicas, falta de vergonha na cara, de políticos sem qualquer sinal de honestidade.
São políticos que de tanto fingirem honestidade, nas proximidades do pleito eleitoral ou durante este, transformam-se em verdadeiros santos, até que a gente pensa que estão preparando algum processo de canonização.
Quem há de acreditar?
Escrevo este despretensioso editorial e ao olhar para um dos lados da minha mesa de trabalho, deparo-me com o livro de Márcio Mendes, gerente da Agência de Publicidade da Fundação João Paulo II, em São Paulo, intitulado “Quando só Deus é a resposta”.
Não tenho qualquer dúvida. Somente Deus é a Grande Resposta para tanta coisa desagradável que acontece no Brasil, que permanece “deitado eternamente em berço esplêndido”, como se nada estivesse acontecendo. Acorda Brasil, enquanto é cedo e antes que... José Maria Alves –Advogado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui o seu comentário sobre qualquer assunto abordado nesta página da internet. A sua opinião é muito importante para a realização do nosso trabalho.

José Maria Alves - Editor Geral